Consciência.

Olá.
Desde criança, eu passei por poucas e boas.Atualmente a minha vida se resume a quase nada, está certo que tem gente bem pior do que eu, como os mendigos.Pelo menos eu acesso a internet, algo que se tornou meu único e devastador vício.É quase como se você usasse drogas.Na maioria das vezes eu uso a internet como modo de diversão ou de relacionamento(conversar com meus amigos e colegas pelo Msn, o que eu acho fundamental enquanto não os vejo sempre e pessoalmente).A minha diversão na net se resume a ouvir música e postar em fotologs, blogs e fóruns virtuais.E participar do Orkut, que é um site de relacionamento.É o que eu mais faço, quase todos os dias.Eu concordo que eu deveria agir mais em melhorar a minha situação.Não me conformo em ser perdedor, mas eu sou preguiçoso.Minha preguiça pode me levar ao Inferno(não adianta, tive formação religiosa)e à decadência total, pois ainda não cheguei até lá.
A minha vontade é de ajudar as pessoas que precisam, principalmente os mendigos.Mas uma boa parcela deles têm alguma deficiência mental, o que dificulta as coisas.Eles são encaminhados para abrigos, e depois fogem.Fogem e voltam para as ruas.Pedem dinheiro para sustentar seus vícios, como bebidas e drogas.Eu acho que isso é uma burrice que se instala entre eles.
Não é melhor viver nos abrigos, melhorar sua situação, comer bem e dormir em uma cama e sobre um cobertor quente do que ficar ao relento?Por quê essa incapacidade de pensar?E é simples.Você pode me dizer:”Eles não pensam como você”.Mas é uma coisa simples.Eu poderia dizer que é masoquismo, mas não vamos ser tão duros.E eu tenho piedade deste pessoal.
“eles não dependem da sua piedade”.Claro que não.
Há um tempo eu fiquei pensando que a morte seria a melhor coisa a dar para estas pessoas.Porque eles vivem numa sociedade que julga e condena os menos favorecidos e incapazes.Cidade grande.Ainda por cima são portadores de deficiência mental.Não há ninguém de cima com coragem e tutano para cuidar deles.Coisa de indiferença mesmo.
Normalmente eu não sou solidário.Tenho um pouco de egoísmo, mas por outro lado, se eu tivesse condições de ajudar pelo menos 50%dos mendigos da cidade do Rio de Janeiro, a 2ªmaior do país, eu ajudava.
Eu me lembro que eu estava sendo transferido de abrigo, então fui num local chamado Centro de Recepção de Triagem, onde as pessoas que precisam de abrigo vão.Existem poucos abrigos para adultos na cidade.A Triagem funciona no bairro da Praça da Bandeira e atende desabrigados, mendigos e etc.Uma boa parte destas pessoas são de outros estados(principalmente do Nordeste), que vêm aqui com a mesma ladainha:”Eu vim aqui procurar emprego e não consegui-ou-“Não achei meus parentes(ou conhecidos)e não tenho onde ficar”.
Eu sou um pouco nativista, um pouco bairrista.Acho que uma pessoa adulta, que tem um mínimo de noção das coisas teria de vir pruma metrópole como o Rio com grana pra ir e voltar.Ou seja, eles ficam nesta situação porque querem.Tá certo que a situação no Nordeste em relação à emprego tá braba, mas na cidade não é fácil de arrumar, senão eu já estaria trabalhando, feliz da vida.Se tá difícil pros nascidos aqui(como eu)imagine pros migrantes?Só aumentam a população.
Até meados do século 20, o Rio era mais poupuloso que Sampa.Não sei se era pq era capital federal(ainda acho que foram idiotas ao mudar pra Brasília).São Paulo cresceu em população graças aos imigrantes.Isso todo mundo sabe, mas vamos voltar ao que tava dizendo…

A pessoa chega lá na Triagem, faz uma ficha, e fica na fila de espera.Mas a pessoa não espera lá, ela espera na rua.Pelo menos quando eu fui era assim.A fila normalmente tem mais de 60 pessoas, incluindo os nordestinos.E os abrigos geralmente tão lotados.Como a demanda maior é de homens existem mais abrigos para homens que mistos ou para mulheres.O abrigo que eu estou é misto e tem crianças, mas a Central de Triagem é da Prefeitura.O abrigo onde eu moro é do Governo do Estado.

Em todos os abrigos existem ocorrências de furto, gente que usa drogas lá dentro(sabendo que não pode)e pessoas que insistem em entrar bêbadas.Eu ainda não entendo o porque de fazerem isso:Sabe que não pode entrar chapado e insiste em entrar.Não estou do lado de ninguém, mas acho ridícula essa atitude.
Me lembro um dia em que eu estava esperando para ir prum abrigo, daí eu me encantei com uma mulher.Não de se apaixonar, isso é difícil acontecer comigo.Ela tinha na faixa de 23 anos, corte masculino “muderno”, mas tava na rua.E claramente tinha uma deficiência mental.Isso tava estampado em suas expressões.Eu disse a ela que quando eu mudar de situação, arrumar um trampo e pagar um aluguel, levaria ela comigo.E ela sorriu pra mim diretamente uns 15 segundos.Daí, fui para um abrigo perto da Triagem, soube que quase tinham abusado sexualmente dela à força.E depois soube que ela tava com um cara numa situação tão braba quanto a dela.Alguns anos depois, eu fui para a Fundação Leão XIII e vi ela lá, com um cara.Ficou olhando pra mim sério.
Enfim, me decepcionei comigo mesmo.Claro.Eu disse uma coisa, poderia pelo menos realizar 30%do que disse.Não segurei o trabalho naquele tempo devido ao meu gênio.Eu falava tudo que sentia, discuti com a minha ex-chefa(que me ajudava muito, mas quando eu fui despedido ela saiu algumas semanas depois)e voltei à merda,novamente.
Eu era office boy e digitador.Naquele tempo já tinha começado meu vício pela net.Ano passado.E eu vivia cantando uma mulher, que era mais ou menos 7 anos mais velha que eu(dane-se).Deu em nada.Eu vivia discutindo com minha chefe pelo trabalho que eu deveria fazer, como entregar documentos na Barra.Eu odiava a Barra.Ainda mais ficava longe do trabalho.
– Se você não ir nos lugares que eu tô pedindo, pode ir embora.- ela bradava.
É um dos motivos que hoje penso que sou um FILHO DA PUTA.É fato.
Não tive consciência.

Como eu disse, a minha vida se resume à quase nada.Tá, eu amadureci, sei a diferença entre o bem e o mal(hahahha), mas não dá pra simplesmente ficar falando, falando, e não agir.Ah, é a preguiça?Manda ela tomar no cu, seja forte.Você não vai ser jovem o tempo todo,l não vai ter a ajuda das pessoas o tempo todo.Sei que não é comodista, sei que embora seja preguiçoso, você luta pra melhorar, mas dê um tino na sua situação o mais rápido possível.
Você se interessa por Moda, quer fazer amigos porque tem a carência que está corroendo seu coração, quer ser estilista, etc e tal…mas lute.Você não vai realizar seus sonhos toscos facilmente, digo, NEM ESTE ANO.Aos poucos você se tornará O vencedor.Ah, de que adianta só querer se não luta fervorosamente?

És um idiota.E deixar de ser idiota só vai depender de você.

Falou tá falado, baby.

Anúncios

3 comentários sobre “Consciência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s