Não é a primeira vez que ocorre uma merda como essa:
Às vezes eu não entendo como se trata minha situação e abuso, abuso da minha própria sorte.
Eu tava numa lan house em Mesquita, Baixada Fluminense.Dependia do trem pra voltar pro abrigo(retorno até 23:00, se vir depois durmo na rua).Fiquei conversando no msn com futuros componentes da minha banda de rock.Tá.Arrumei guitarrista, batera e estamos procurando o baixista.Passou da hora.O trem, sábado é até 8 e pouca.10 da noite, fui pruma outra lan que tinha “Virada”(uma espécie de madruga no computador, você paga tanto e fica até de manhã jogando ou acessando a net).40 minutos andando.Nilópolis.Chegando lá, ainda faltava gente(eram necessárias 10 pessoas pra vriada).Demorou, demorou e os poucos foram embora.Fiquei puto, porque dependia da Virada pra não dormir por aí.É algo que estou acostumado.Daí,a Virada acabou e a lan vai fechar daqui a pouco.
Acho que eu vou dormir lá no ambulatório do hospital de Nilópolis, como fiz antes.
Pra cavar a própria cova, tem que ser muito estúpido, só lamento por mim.

Anúncios

4 comentários sobre “

  1. gabriella disse:

    pois é, e eu tirei.eu estava lendo ontemum de seus posts, inclusivenem acabei de ler ainda.é, eles são longos.impressionante você,sua história e bibibi.visitarei mais vezes.fique bem :*

  2. Anna disse:

    …nussa qto textooogentii do ceu….eu parei nu 2º paragrafo +axei as fotos legais xDD+ q q aconteceu com u antigo???bom eh soh isso msmbjoks xauzin Anna.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s