E aqui estamos nós, terminando mais um mês.
m
Esqueci que fiz 1 ano desse blog maldito e não fiz uma festinha, huheheheh.Mas, tudo bem.Se não tem festa nem do meu aniversário, teria do meu blog?Ainda mais, esta bosta nem é lida, só quando eu puxo a camisa de um e peço pra ler.

Mas, enfim…a menina da foto era uma amiga minha, ou pelo menos eu achava que era.
Confesso que tinha uma queda por ela faziam 3 anos, e antes de meter os pés pelas mãos e me declarar, eu fiquei-a observando, mas óbvio que não estava somente observando, eu ia lá falar com ela, realmente me importava, não queria que ela fizesse más amizades e se guiasse por pessoas de caráter duvidoso (como tinham às pencas no grupo que nós fazíamos parte).Falando em caráter duvidoso, eu era um dos mais tachados disto (mesmo que não disessem abertamente, mas era uma “troca”, até porque eu desprezei meio mundo), mas não estamos falando de mim.

A minha preocupação e ameaça de ter meus “planos frustrados” foram ficando cada vez mais exatos, quando ela começou a namorar um cara muito mais velho (e não me disse o nome, claro), começou adquirir um comportamento semelhante aos góticos/emos, o que seria um perigo.Sim, sou preconceituoso, assumo.Pelo menos eu sei como é essa galera pra falar.Num luau, quando cheguei pra falar com ela, sem motivo, ela correu pra outro lugar.O roqueirinho metido à jRocker seboso veio falar comigo como se fosse tirar satisfações:”O que aconteceu com ela?”

“Sei lá”, digo eu, já olhando com vontade de dar uma porrada no mesmo.E ela ficou a noite toda ao lado dum colega meu que toca numa banda fracassada.

A minha atenção (a atração) por ela se tornou notavelmente em vão quando eu insisti em falar com ela pelo msn querendo saber o que ela pensa sobre mim.Eu disse “você quer que eu vá embora da sua vida, né?”
“Uhum”.

E era mais uma pra lista.

A menina gosta de animes, mangás, jRock, passou do Emo pra Gothic, etc.Nem vou colocar o fotolog dela.
Eu tenho um dom incrível pra perder tempo com gente que não merece, por isso que em alguns casos, eu tenho um “mecanismo de defesa” que me faz afastar de alguns tipos de gente, como pessoas fúteis (homem ou mulher), mas a vida é assim mesmo.

Daí, ontem, eu tava voltando pra casa de trem, e vejo a menina falando no mesmo vagão com suas amigas.Fiquei na minha.Ela olhou pra mim rapidamente e cochichou com as amigas.Mudou de vagão.

Só confirmou o fato de que o pessoal do grupo que estávamos colocou merda na cabeça dela a meu respeito.
“não perca seu tempo com aquele desgraçado, além dele não ter nada pra te oferecer, é um maníaco-depressivo que gosta de menininhas como você”.Aliás, o boato de que eu estuprava menininhas nem chegou a pegar direito.

Então, é isso.Não é que a menina “não presta”, ela simplesmente preferiu o outro lado, o lado “legal”, que lhe proporcionava mundos e fundos, o lado jovem, libertino e descaralhado do MAP.Ok.

Quero dizer a esta menina que lhe dou parabéns por escolher o lado “fácil” das coisas, aliás, os jovens sempre preferem o lado fácil das coisas.Nem iria te impedir de ser o que quiser, mas se você quer ficar com este tipo de gente, que com certeza vai te ferrar as pregas da sua bucetinha (e não só isso) um dia, tudo bem.
Enfie-se no seu espartilho e nunca mais fale comigo…aliás, nem foi preciso fazer isso.

Agenda, agenda…
Anúncios

2 comentários sobre “

  1. Anna disse:

    Nyaah q triste =/mas axo q a garota nom tinha a propria cabeça e foi pela dos outros axo tbm q ela nom deveria ter se afastado di vc (grande erro dela)mas o destino quis assimpode ate ser melhor pra vc 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s