[Elections] Runoff

Segundo turno, huh?

O fato é que muita gente imaginava que o messianismo do presidente Luis Inácio não era falível. Isto foi mostrado nas urnas. Todas as denúncias de corrupção, a omissão declarada e mostrada por ele, resultando no sentimento de revolta em boa parte dos lares brasileiros… tudo isso configurou nos votos em José Serra, candidato à presidência pelo PSDB. Reforçado também pelo fato de simplesmente não conhecermos a outra candidata, Dilma Rousseff. Tudo o que sabemos sobre ela é que é descendente de búlgaros, que na juventude abraçou a luta armada – no intuito de criar uma ditadura comunista no país – , teve uma trajetória inexpressiva como ministra e secretária. Nunca pegou um cargo de vereadora, deputada ou prefeita. Provavelmente não pegou nem um cargo para de prédio. Se mostra como um boneca desengonçada do atual presidente, que a moldou para fazer manter o PT, seu partido, no poder.
Os protestantes são contra Dilma mais pelo fato dela ser pró-aborto do que qualquer outra coisa. Em 2007 se disse a favor, mas recentemente mudou de idéia, se dizendo contra, para ter os votos dos religiosos.
Quanto a Serra, seu ponto fraco está no péssimo marketing que faz de si mesmo, emulando um Serra mais próximo do povo e prometendo coisas como salário de 600 reais, entre outros. Mas ainda é mais preparado, o menos pior da dupla.
Entrar para o segundo turno mostrou que nosso país ainda tem jeito… apesar do que, acredito que Serra não ganhará esta eleição. Mas ainda não podemos entregar os pontos.
Anúncios

Flamengo: New age with Luxemburgo?

Flamengo engatou um 2 x 0 contra o Atlético – GO, na rodada atual (28ª) do Campeonato Brasileiro 2010. Vitória obrigatória, visto que o clube anda perdendo muitos jogos e arrancando empates com muito suor. E o Atlético é um time fraco, convenhamos, o que dá mais um motivo para não relaxarmos, do técnico aos torcedores. Mas, o que dizer mais do Flamengo do ano 2010? O que tem passado de bom ou ruim?

Ano passado o clube da Gávea havia conquistado o Campeonato sagrando-se hexacampeão, em um torneio de pontos corridos, bem diferente do esquema de 1992, época em que havia encaçapado o Penta. Logo após a conquista o Flamengo foi fustigado, ou melhor, pisado por polêmicas extra-clube envolvendo ídolos do time, além de também ser vítima de divergências dentro do QG. Nós fomos agraciados por ser o primeiro time brasileiro presidido por uma mulher (Patrícia Amorim, ex-nadadora), que se mostrou bastante ineficaz até os dias atuais. Sem personalidade e sem poder de mando, algo já esperado por muitos (unicamente por tratar-se de uma…mulher), ineficiência esta que tornou-se visível na maior polêmica do clube em anos, com o goleiro Bruno envolvido no assasssinato de sua amante, a atriz pornô Eliza Samudio. O assunto correu o Brasil, sendo noticiado à exaustão nas emissoras de rádio e tv, o populacho comentando, um assunto tão mexido e remexido, não ficando a dever dos assassinatos de crianças e adolescentes cometidos em tão pouco tempo. Era de consenso geral que a Mídia precisava falar sobre o suposto homicídio até o fim, não apenas para mascarar a falta do que fazer. Por ser famoso, rico e bem sucedido Bruno foi revirado até o fim em um processo que até hoje não fora concluído.

Os jogadores Adriano e Vagner Love voltaram a jogar no exterior, o técnico Andrade fora despedido e o Flamengo aparentava estar morto, sem nenhum craque correspondente ao time. Chamaram o goleiro Marcelo Lomba. Chamaram o técnico Rogério Lourenço, ex-seleção brasileira sub 20, desconhecido e que desfrutara dos holofotes por pouco tempo, sendo substituído por Silas, que também saiu após uma sucessão de derrotas que colocaram o Flamengo em uma má posição (em décimo-terceiro no Campeonato). Uma outra baixa foi o ídolo do clube, Zico, deixar seu cargo de diretor-executivo. Após muito agonizar, o conhecido técnico Vanderlei Luxemburgo fora chamado.


Luxemburgo é um dos técnicos mais gabaritados do futebol brasileiro. Já jogou no Flamengo, já comandou o mesmo (como técnico) na primeira metade dos anos 90, além de ter sido técnico da Seleção Brasileira e de muitos outros clubes nacionais. Tem postura séria, anda quase sempre de terno e gravata – dando um estilo sisudo que tornou-se sua marca registrada – e coleciona uma série de polêmicas próprias, especialmente com um outro profissional conhecido no mundo da bola, o jogador Marcelinho Carioca. E na estréia de Luxemburgo o Flamengo meteu 2 gols no Atlético Goianiense, fortalecendo o time e dando esperança aos torcedores.

Como torcedor, os votos são que Vanderlei Luxemburgo prossiga como técnico do time com trajetória não fugaz, especialmente por sua experiência. Até pouquíssimo tempo não se podia imaginar que o mau desempenho do clube nas páginas da imprensa fosse transferido para a trajetória dele nos jogos. Oxalá que ele termine o campeonato em situação mui satisfatória.