Boogieman: Discography


boogieman (2010.06.23) [ Album ]
Purchase/Comprar CDJapan
Ref/Description: HVP-13

Tracklist:
1. ends by knock
2. Hysteresis
3. Kijou no Kuuron
4. d. CHILD
5. 99. 9
6. Nura you, kami aka
7. assembler
8. Goku Gashuu
9. Yayu saredo…。
10. new world
11. Yueni Jikai
12. knock of start
Download


Kijou no kuuron (2010.04.28) [ Maxi-Single ]
Purchase/Comprar CDJapan
Ref/Description: HVP-12

Tracklist:
1. Kijou no kuuron
2. [P]agent [Remix ver]
Download


Hidden (Type A+B) (2009.11.25) [ Maxi-Single ]
Purchase/Comprar CDJapan
Ref/Description: HVP-8

Tracklist:
1. k4=parallel [world]nise[word]
2. d.CHILD
3. Paradigm Shift
3. Akai Tsuki, Shizumu Ishiki, Soreru Omoi
Download


Gashuu (Type A+B) (2009.06.24) [ Maxi-Single ]
Purchase/Comprar CDJapan
Ref: HVP-4

Tracklist:
1. k4=parallel [world] Honnou [word]
2. Gokugashuu [PV]
3. Nirvana (B-Type) [PV]
4. Naraku ni saku (A-Type)
Download

 


libido (2009.01.21) [ Album ]
Purchase/Comprar CDJapan
Ref: HVP-003

Tracklist:
1. =parallel[world] kairai [word]
2. new world [PV]
3. [P]agent
4. gisou shin’ai
5. recurrence.
6. 13gatsu
Download

Agradecimentos à fonte.

Anúncios

Rio de Janeiro e a guerra contra o tráfico


O estado resolveu finalmente fazer sua parte quanto à extirpação do tráfico subindo o quartel general da maior facção criminosa carioca, o Complexo do Alemão, onde apreenderam drogas e chutaram a bunda de centenas de bandidos. A impressão é que finalmente o estado do Rio de Janeiro encontrou um governo decente e com compromisso em foder a raça de bandidos que infesta nossa cidade. Por um lado, deu a sensação e que a cidade do Rio de Janeiro ainda tinha jeito, que as gerações futuras gozariam de felicidade maior que a nossa, prepararíamos nossos filhos e netos para o melhor, mas a verdade é que tudo isso rolou em interesses escusos.

Eu já me aborreci pelo fato do Brasil ganhar o direito de ter a Copa de 2014 e o Rio as Olimpíadas de 2016, mas já falei bastante sobre isso, o povo não merece eventos como este tão cedo, etc e tal Não dá para comparar o Rio de 1950 com o desse ano, com o dos anos seguintes, fora pouquíssimas coisas a sociedade anda piorando cada vez mais, etc. O fato é quenão dá para aprovar totamente a atitude da Polícia, Exército, e variantes. “Ora, mas claro que foi ótimo expulsar os bandidos da favela.”. Beleza, mas mesmo com interesses escusos vale a pena acontecer tudo isto?
Nós temos um presidente mal caráter, um governador que anda de mãos dadas com ele, e um prefeito nas mesmas condições (prefeito este que não podia ser levado a sério pelo fato de ter passado por uma porrada de partidos). Os bandidos tomaram chá de sumiço, e os estados vizinhos ao Rio de Janeiro já estão preparados para “receber” os fugitivos, pois todo mundo sabe que se mandaram para outro lugar. Não estão presos – em sua maioria – e nem mortos. Não há garantia de que desistiriam do crime para ter uma vida normal. Calcado nesse alerta eu até fui parado na cidadezinha de Engenheiro Paulo de Frontin, quando estava no banco de trás do ônibus e fui revistado. Será que foi porque eu vestia a camisa do Flamengo? Haha.

Nem precisamos dizer que já ocorrem relatos dos moradores do Alemão sobre a conduta dos policiais. Alguns que abusam de poder, entre otras cositas más. Não adianta, vai acontecer, especialmente porque trata-se da polícia carioca, uma das mais sanguinárias e corruptas do país. O Exército também dá suas cagadas, visto os soldados que entregaram jovens para traficantes de um morro com facção rival a deles. Foram assassinados.

O apaziguamento no Complexo do Alemão não significa o fim da violência, nem 10% dela, pois o Rio será a mesma coisa. Poderá certamente engolir o placebo no tempo de Copa e Olimpíadas, como aconteceu em 2007, no PAN. Ah, quão a grana do contribuinte será gasta nestes eventos. O Rio de Janeiro “desfrutou” de governos corruptos durante um bom tempo, dizer que o Sérgio Cabral rompeu esta tradição é muita ingenuidade. “Mas rompeu mesmo!”. Em contrapartida, os interesses escusos permanecem.

Mas, o povo merece, certo? Votamos mal, também, nós começamos tudo isso.

Nunca teremos a paz propriamente dita.

Junno saiu do Boogieman


Era só o que faltava.
Junno era o vocalista da banda boogieman desde a fundação. Ex-músico da banda beaU, era um cantor competente e que já trabalhava em sua versatilidade com o passar do tempo.

Segue a notícia do JaME Brasil:

“O boogieman anunciou que o vocalista Junno deixará a banda devido a problemas de saúde.

Os médicos do vocalista o informaram de que as atividades com a banda podem ser dificultadas, o que o levou a essa decisão. Todos os shows do boogieman foram cancelados, e a banda informou que anunciará em breve sua decisão sobre o que acontecerá no futuro.

O boogieman foi formado oficialmente em abril de 2008, mas fez seu primeiro show secreto em uma contagem regressiva na véspera do Ano Novo de 2007. Desde então, eles lançaram diversos singles e um álbum.”

Tá certo que é notícia de agosto, hahaha. Bom, a banda já está fazendo uma audição para eleger um novo vocalista. A dúvida ficará se o futuro vocalista terá uma voz compatível à sonoridade da banda.

Atrasadas do ENEM

Sempre tem alguém disposto a não seguir as regras, mesmo as mais básicas. É preciso chegar na sala de aula com pelo menos 1 hora de antecedência, mas é claro, sempre há os esquecidinhos, os que esquecem de propósito ou simplesmente porque são idiotas. Resultado, crises de choro, risos alheios (inclusive os meus), dó, etc.

Pelo menos para isto presta o Exame Nacional do Ensino Médio.

No outro…

Bem feito.

Falando nisso o site Terra já disponibilizou o gabarito do primeiro dia (hoje).

Dilma Rousseff, the New President

Tudo o que podemos fazer agora é dizer “boa sorte” para a candidata eleita, Dilma Vana Rousseff, filha de imigrantes búlgaros que se instalaram no interior do Brasil. Não era o que eu e muita gente queria. Prosseguimos com nossa opinião formada acerca da mulher: não a conhecemos o suficiente para dar um cargo desta magnitude à ela, mas sabemos que quando abraçara a luta armada queria acabar com a ditadura de direita para implantar uma ditadura comunista, além de dizer em uma ocasião que era a favor do aborto e anos depois mudar de idéia, em interesses puramente eleitoreiros.
Dilma vive dizendo que o Brasil terá “a primeira presidente”, sendo que as pessoas de bem não estão se importando com o gênero da pessoa que pegaria a faixa. Tanto faz se é mulher, homem, tanto faz se é negro, branco, azul, amarelo (o país só teve 35 presidentes), as pessoas de bem estavam interessadas em seu histórico e em sua capacidade em governar. Já cometera um erro no ministério de Minas e Energia, ao dizer que o país não sofreria com um apagão (e sofreu ano passado), há pouco tempo, quando era chefe da Casa Civil, deitava sua truculência em cima dos subordinados e adversários. Logo, como poderia se apegar na questão da “primeira mulher presidente”? Como poderia se apegar na feminilidade justamente agora, quando passou a maior parte da vida pública vociferando contra os outros, mostrando ser uma verdadeira linha dura? Qualquer um saberia que uma mulher com o semblante que carregava afastava as pessoas, portanto o presidente Lula fizera uma “transformação” física em sua pupila, tornando-se mais feminina, mais atraente. Parece que ela tem mais de 60 anos? Agora daria até para eu transar com ela!
E durante meses esta maquiagem postou-se na cabeça dos brasileiros, em especial dos portadores da mente pequena, guiados pelo medo de perder o benefício dado pelo governo, pelo medo de perder o líder carismático. Eles não ligam se tal líder é um mau caráter, interesseiro, uma criatura corrupta que já deveria estar presa, se estivéssemos em um país sério. Não estão nem aí. Justamente esta maioria que rege o destino do Brasil. Por isto mesmo, por causa deles que Dilma Vana Rousseff foi eleita.
E agora? Sugeri mudar-me para o Chile. Não o farei, já que não prometi nem nada (mesmo se prometesse…), mas algumas mudanças serão feitas. Enquanto faço as minhas mudanças aguardo a mudança do governo em relação aos problemas do país. O básico: educação, saúde et segurança. O Partido dos Trabalhadores terá mais 4 anos para pintar e bordar no meu país.
A esperança é que no governo Dilma as coisas entrem nos trilhos.
Parabéns.