Aniversário de São Paulo e alguns agradecimentos

É, parabéns à cidade que me acolheu quando eu estava na mais completa miséria. Antigamente eu a detestava, mas não tinha o menor senso de qualquer coisa naquela época, não a conhecia na essência, logo qualquer julgamento posto à S. Paulo era nada mais que infundado. Sim, ela tem problemas como qualquer metrópole, o Rio também tem (por isso mesmo que saí de lá), mas só em S. Paulo pude melhorar em quase todos os aspectos de minha vida pessoal, porém, não por completo. Ainda há muito a fazer. Certamente agradecerei às cidades que me acolherão futuramente (digo isso por ser jovem e de espírito ambicioso, mas não aquela ambição burra e maligna), seja Bristol novamente, seja Toronto, Oslo (espero não deparar-me com um novo Anders Behring Breivik querendo minha cabeça, haha), Londres ou até mesmo Thiruvananthapuram.
Anúncios

Fim do Megaupload


Não fui o único a ficar surpreso com o fim do Megaupload pelo FBI e a prisão do fundador deste. Eu nem poderia perguntar se realmente rolou essa porque eu não estou totalmente a par da situação, na verdade, não ligo… muito. Certo, existem trocentos serviços semelhantes, mas não se pode negar a importância do Megaupload, era um dos principais em seu serviço, e logo ao ler esta notícia pintou um desconforto no estômago. Anti-pirataria, essas coisas. Continuar lendo

Dois Coelhos – Novo filme de ação nacional

Este filme é absurdamente pretensioso. Não tenho nada contra investir nestes recursos de ação “porra-louca” embebidos num fiapo de roteiro. O problema é que isso é mais do mesmo do que fazem lá fora. Tantos efeitos especiais, tanto slow-motion (Zack Snyder é o diretor?) e os mesmos atores de sempre. Digo, atores do maior canal de TV aberta do Brasil, a Globo (duh!).

Lionel Messi, três vezes o melhor do mundo


Messi levou a Bola de Ouro da FIFA, é o melhor jogador do mundo pela terceira vez. Embora ganhasse o título merecidamente ele ainda carece de um futebol à altura na Seleção Argentina. Messi é também o jogador mais popular do Barcelona. Argentino crescido na Espanha, recebeu o troféu nas mãos do ex-jogador Ronaldo Fenômeno. A jogadora Marta não conseguiu repetir feito de melhor jogadora do mundo (repetiria pela enésima vez), que ficou com uma japonesa. Assim sendo, com a vitória de Messi todos nós acertamos a previsão. Tranqüilos, Tranqüilos…

Continuar lendo

Olhem, eu fiquei surpreso ao ver que, apesar de estarmos em dois mil e doze, poucas pessoas continuaram a alimentar essa besteira de Fim do Mundo. Fica até difícil não dar trela a este negócio, mesmo quando se normalmente não dá, mas só posso falar por mim. É um ano como qualquer outro, calendário gregoriano e etc. Estive no núcleo da ação, como não foi no ano passado, tudo em razão da recompensa que viria depois. Lembro que em noventa e nove todos tinham medo de que a profecia do Nostradamus se realizaria, mas de amedrontador naquele dia foi apenas uma névoa densa nos céus do centro do Rio de Janeiro, em plena avenida Presidente Vargas. Eu estava lá. “uiuiui, vai acontecer alguma coisa, vai acontecer alguma coisa”. E como previa, não aconteceu. Logo após isto os babacas resolveram alimentar mais uma destas “profecias”, conferindo àquela coisa dos maias e tal. Foi até feito um filme-catástrofe sobre isso. Como o povo gosta de descer mais ao fundo do poço. Não páram de cavar.

Continuar lendo