Requentando repolhos (Reheated Cabbage)

Reheated Cabbage é uma coletânea de contos de Irvine Welsh (“Trainspotting”) em 1994 e 2000, o período mais fértil do escritor escocês. “O mais fértil” em matéria de drogas, loucuras e putaria, pois desde “Crime” (publicado aqui pela Rocco) ele acalmou, passou a ser mais sério. Talvez percebeu que estava se tornando mais que repetitivo, uma PIADA, e direcionada apenas àquele fandom jovem, que fala (e pensa) besteira. A mesma galerinha que ovaciona Kerouac e Bukowski, não que este último seja ruim, também gosto muito dele. Aqui o Welsh fez bem o trabalho de casa em que é habitual, no seu mundo situado nas COHABs (conjuntos habitacionais, lá na Escócia têm outro nome, só botei a coisa num âmbito abrasileirado, sacam?) de Edimburgo, aquela população desajustada de classe média-baixa que, sob a visão do Welsh, já foi transposta pro telão anteriormente (“The Acid House“, baseado na sua primeira coletânea de contos, a que devia ser publicada primeiro que essa aí). Essa aqui é mais suave, mas não menos bacana. O único problema é que o Welsh ficou há tanto tempo na zona de conforto – como o Chuck Palahniuk na sua, o Charles Bukowski e etc. – que um impaciente acaba cansando do estilo do cara.

Continuar lendo

Anúncios