Fantástico e a Educação

Fantastico_logo2

Não tive nada pra fazer ontem à noite, e como a galera estava vendo o famigerado Fantástico, fui dar uma olhada. O Fantástico, seguindo o esquema da Globo, é aquele dominical inútil e que fala sobre tudo, desde qual o “look” necessário para o modelo do Australopithecus Afarensis chamado de “Lucy” (eu nunca vou me esquecer dessa porcaria de reportagem), passando pela reportagem do moleque que tem a voz parecida com a do Luan Santana (mas os R$ 5 mi dados ao artista pelo governo, ninguém fala), das caricaturas a pessoas feitas num prédio enorme da avenida Paulista e por aí vai. Também, não podia deixar de ser, jogam suas desprezíveis preocupações ao social como bons moços e perdidos num país injustiçado e miserável por conta do governo.

Um quadro do programa uniu os atores Dira Paes, Lázaro Ramos, Leandra Leal e o ex-atleta Flávio Canto a acompanhar, em várias partes do país, uma mistura de crianças em realidades diferentes: a riquinha da zona sul carioca vai pruma escola municipal da periferia e afins. Daí, o ponto alto fica por conta duma linda lourinha de olhos azuis que relata, embasbacada, o fato de que sua coleguinha da periferia ainda não sabia ler. Fechando, os atores lamentam às câmeras a educação deficiente nas quais uma parcela expressiva dos brasileirinhos são fadados a conviver. E etc.

Mas é claro que há algo obviamente errado neste discurso. Primeiro… por ter saído da boca da Globo, a enésima vez. Sendo mais politicamente “de situação” e sem um pingo de ética (jornalística, esportiva e afins), tendo sonegado R$ 1 bi… Como posar de santo? Segundo, o esfacelamento ideológico que a mesma distribui aos lotes todos os dias. Constrói e destrói ídolos, empurra mentiras, muda de idéia como quem muda de roupa. Temos a geração de jovens mais frouxa de toda a história do país por causa deles.

Sonega impostos, arrecada milhões com suas produções, ganha dinheiro em cima de arremedos de cantores (Luan Santana, Michel Teló, Anitta), mas pede dinheiro para seu projeto Criança Esperança. Apoiou o regime militar (que não acho todo este inferno que os esquerdistas pintam) mas sábado retrasado fez esquete criticando os intervencionistas, um dos grupos que pedem o impeachment da presidente Rousseff, no humorístico Zorra.

Conseguem entender quão ruim e podre é a existência desta emissora? Conseguem entender que a nossa educação nunca melhorará com estes e com este governo? Que cada vez mais estamos a ponto de ter um sem-número de “átomos soltos” na sociedade ocidental, e que aliás, a mesma está mudando para pior por conta destes estímulos?

Pela milésima vez, nós estamos fodidos. Nós e nossos filhos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s