ENEM FEMINISTA

De alguma forma, e previsivelmente, todo o feminismo repercutido da internet – nesses últimos anos -, teve de ser vomitado, transplantado no Exame Nacional do Ensino Médio, realizado neste fim de semana, e você, molequinho (a), ávido em entrar na universidade, se esquecendo de que há outra forma de realizar seu sonho sem participar deste esquema governamental, cuja uma das falências grassa inclusive na péssima educação, aceita, e quando chega atrasado, se humilha, chora, lamenta, desmaia e tudo o mais.

atrasada-do-enem-2015-desmaia-em-frente-a-local-de-prova-em-sao-paulo-1445699794877_300x300

Precisa mesmo disso?

O tema da redação foi a persistência da da violência contra a mulher na sociedade brasileira, comemorado pelas feministas (especialmente as jovens) que justamente empesteiam a internet com afirmações e questionamentos baseados em, provavelmente, falta do que fazer, distúrbio psicológico ou frustração, como se de fato fossem diuturnamente violentadas no dia a dia. Aceitam a conversa de que “ninguém nasce mulher”, que estes são papéis pré-definidos pela sociedade, sendo que elas nasceram com, tipo, características intrinsecamente femininas, como a vagina, engolindo teses de “mentoras” decanas pedófilas e que odiavam a mulher. Achando que homem apto a ser aceitado tem de, no frigir dos ovos, ser moralmente castrado, abolido de seu jeito masculino. Então, batemos na mesma tecla de que, se o “papel pré-definido” é errado, por que a grande maioria destas feministas de internet – esta grande maioria classe-média e que dificilmente foram postas à prova pela vida – não empreendem tarefas majoritariamente masculinas, não subvertem este “sistema opressor” virando uma laje ou até mesmo aprendendo a enfrentar uma barata? Em suma, comodismo, e no fim das contas a mulher sofre e se arrisca bem menos que o homem em quase toda a atmosfera da vida civilizacional. Se aposentam mais cedo, não querem guerrear pelo seu país, são poupadas a partir do “mulheres e crianças primeiro”, num salvamento. Aaaiin, mas ainda assim isso é machismo! Como, se até as pedras de Marte sabem das limitações físico-emocionais do indivíduo feminino? Por que é tão difícil reconhecer isso? E você não estaria necessariamente numa posição “menor” que a do homem por isso.

A realidade não é “muito dura” porque, OK, há estupros, há violência contra a mulher, assim como há violência contra homens e os próprios também são vítimas de assédio, algo que na grande maioria das vezes é ignorado pela mídia ou por órgãos como o Metrô paulistano, que abriu uma campanha “Você não está sozinha” – visando a denúncia do assédio feminino do metrô -, mas que ignora assédios masculinos. Tudo isso deixa claro a seleção a quem merece “proteção”: quer dizer que homem não pode ser resguardado por… ser homem? Porque acudir um homem ou ao menos alardear e alertar o ocorrido com homens é, de alguma forma, diminuí-lo como macho? Ou seja, não é uma espécie de discriminação? Ele tem de suportar e resolver do jeito por ser homem? “Ele não é o dono do mundo? Então, ele quem resolva!

A mesma coisa as tão alardeadas milhares de mortes a homossexuais; afirmam como que fossem efetuadas por pessoas heterossexuais, quando em verdade, ignoram possíveis autorias homossexuais (como brigas de garotos de programa e seus clientes, por exemplo). Afinal, quem vai verificar estas tais “milhares de mortes”, pra confirmar?

Tanto as feministas quanto qualquer um destes movimentos compram uma briga baseados em fantasias, exageros, e claro, aliados aos seus distúrbios pessoais/sentimentais. E a maior prova de que isso é perigoso foi a proporção dada a um exame já condenado e combalido, como o ENEM, que, em seu histórico, teve o conteúdo vazado duas ou três vezes – na gestão de Fernando Haddad, atual prefeito da cidade de São Paulo. Doutrinação comemorada por uma deputada defensora de criminosos menores de idade, que até pouco tempo queria a imposição de uma cartilha de educação homossexual nas escolas, o famigerado Kit-Gay.

maria-do-rosario-Andre-Dusek-AE-755x503

A PUTA COMUNISTA

Vocês precisam saber que o comunismo, defendido pelo Partido dos Trabalhadores, tem ojeriza a todos estes movimentos, estas defesas enfiadas goela abaixo do povo e reforçadas pela mídia – de telejornais a novelas -, ou seja, numa hipótese cada vez mais próxima de um Brasil 100% comunista, uma ditadura mais forte do que idealizaram na época do regime militar erguido em 1964, todo o feminismo, gayzismo e o movimento negro será derribado, escorraçado da sociedade; veja Cuba. Veja o que está se tornando a Venezuela. Há algum movimento gay, feminista e/ou negro nestes países?

Nisto, garota de classe-média, que não foi posta à prova pela vida, você vai se arrepender amargamente de toda a merda que ajudou a propagar.

Anúncios

5 comentários sobre “ENEM FEMINISTA

  1. Anonimo disse:

    Excelente texto.

    Pior que não adianta nem argumentar, nem mostrar números sérios que mostram que homens morrem mais que mulheres e que Gays são mortos por outros Gays em sua maioria e que esses números são bem abaixo do que esse alarde.

    O problema seria facilmente resolvido se a justiça funcionasse para todos, não funciona. Aí vem com essa tese de banheiro que perseguem as minorias aí vem os gênios militontos com leis específicas que não resolvem o problema. Não saímos da merda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s