Lovecraft atingido pelo mimimi

00d2fe02-429e-4a19-9239-42f38ee2e2dc-620x372

O escritor estadunidense Howard Phillips Lovecraft tinha como especialidade os contos e novelas de horror; ficou mundialmente famoso e influente após a morte, em 1937; sua influência na “literatura estranha” era tal que Lovecraft era busto do prêmio World Fantasy Awards. 

E, nestes tempos de politicamente correto, a organização da premiação acatou uma campanha de um ano liderada pelo autor Daniel José Older para retirar a imagem de Lovecraft do busto. A resposta ao ataque veio de um biógrafo do autor, ST Joshi, que, além de repudiar a decisão, devolveu os dois troféus que ganhou da premiação.

É um fato de que Lovecraft era controverso; que impingem a ele até hoje um desprezo pelos judeus, embora sua mulher fosse judia, além do que, alguns contos mostrarem traços dessa face – como o conto Ar Frio. Mas, é como o falecido José Roberto Pereira disse, “é o traço de uma época”; e vou mais além, digo que praticamente não existe ninguém ilibado de preconceitos. De modo de, quem quer limpar o mundo de preconceitos têm seus próprios preconceitos. E o prêmio World Fantasy Award de forma alguma invoca, em si, a personalidade de Lovecraft, e sim a influência e papel que exerceu enquanto escritor do gênero.

Por estas e outras que é de um equívoco tremendo confundir alhos com bugalhos ou empreender perseguições, sanções baseadas na personalidade dum personagem, quando isto nada tem a ver com nada.

monteiro_lobato_foto

É por isto que perseguir Monteiro Lobato é burrice; dependendo de quem prega, pode ser tanto burrice óbvia de idiota útil quanto mau caratismo dos que os titereiam atrás. E ninguém que defende tais escritores é necessariamente direitista, reacionário e afins. Não obstante eu ser de fato direitista, não é preciso sê-lo para concluir algo tão óbvio, mas mesmo assim tão difícil de entender a este bando de mimimizentos, gente que acha que está certa “fazendo o bem”, quando eles mesmos têm falhas, preconceitos; humanidades. Isso não quer dizer que endosso um mundo de “cada um por si”; é preciso se ter ordem em sociedade. Porém, quem promove um mundo politicamente correto está sendo mais inumano, está renegando a humanidade que eles mesmos têm entranhados e que, por muitas vezes, despejam por aí, pisando com gosto num estado de espírito hipócrita. Para eles e a quem os cerca, vale a pena. Vale a pena “pedir a alma” dos outros. Vale a pena matar um ser vivo dentro de si e que independe da mente dela, em troca do bem-estar pessoal, quando devia se cuidar para não chegar a esse ponto. Vale a pena amordaçar a maioria.

Como disse meu amigo Mauro, “prevejo que os livros de Lovecraft e quaisquer referências a ele sejam proibidas em breve”.

E quem será o próximo, dos MUITOS escritores “politicamente incorretos”? Bukowski?, que até influenciou escritoras de esquerda, como Clara Averbuck?

henry_charles_bukowski_-_o_merecedor_de_improperios.html1349718455341748

Anúncios

4 comentários sobre “Lovecraft atingido pelo mimimi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s