Marcelo Freixo Quer MATAR o Rio

Essa semana começou com um desgosto desgraçado: Além da eleição a vereador de Fernando Holiday, houve outra surpresa desagradável feita pelo povo no qual a já esperava que metesse os pés pelas mãos com base na emoção e no já notório descaso proposital pela a própria situação em sua cidade se encontra. Dessa vez, os cariocas desceram muito baixo. Não foi dessa vez que encontraram o fundo do abismo, mas eles continuam descendo.

Me inventaram de enfiar dois dos piores “Marcelos” da recente política carioca no 2o turno: um, o Crivella (com 27,78% dos votos), é bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, dilmista e acusado de desvio de dinheiro público para favorecer a ONG Nova Canaã, ligada à Universal, enquanto ministro da Pesca. O outro, Freixo (com 18,26% dos votos), personagem notório da “nova esquerda” carioca, a ponto de ter inspirado o personagem Diogo Fraga em Tropa de Elite 2, tem ligações com os black bloc – que mataram o cinegrafista da Rede Bandeirantes Santiago Andrade – e apóia as típicas defesas do PSOL (desmilitarização da polícia, casamento gay, pauta gay nas escolas, liberação das drogas, desarmamento da população e assistência a criminosos, estes”vítimas da sociedade”). Como todo esquerdinha caviar, amado pela classe artística, Freixo mora na Glória, bairro caro da zona sul carioca. E votou em seção eleitoral no Leblon, na mesma região.

freixo1.jpg

Por um momento, Freixo teve minha admiração ao enfrentar as milícias, uma outra modalidade de bandidos que atormenta a cidade há dez anos ou mais, e que tem o aval da gestão Eduardo Paes. Geralmente as milícias são formadas por ex-policiais e/ou ex-bombeiros, dispostos a cobrar dos moradores uma taxa por suposta segurança no local, sob penas diversas. O próprio longa Tropa de Elite 2 retratou um pouco as suas ações, embora o filme tenha simplesmente diminuído (e muito) a imagem do protagonista Nascimento em prol da de Diogo Fraga (interpretado pelo Irandhir Santos, outro esquerdista), que inclusive lhe tira a esposa. Tropa 2 foi criticado por essa virada “à esquerda”, um roteiro original que suplantou o festejado primeiro filme, baseado no livro Elite da Tropa . Freixo conseguiu chegar ainda mais longe do que Diogo Fraga, talvez, jamais pensou em chegar: além de conquistar o coração dos jovens idealistas, dos bem-nascidos que nunca sofreram na vida, mas, até num misto de arroubo adolescente com a ansiedade em tornar-se útil “para os fracos e oprimidos”, embasado em ideologia que não deu certo em lugar algum, é amigão de Wagner Moura, um daqueles infelizes casos de atores excelentes cuja própria profissão é superior ao caráter como pessoa.

 

14520526_10208604812091808_9071927588681551281_n

(não sei porque imagino Maria Casadevall filiada ao PSOL…)

Todo mundo sabe que o PSOL é o PT nos primórdios, tendo uma cacetada de figuras nacionalmente execráveis (como Jean Wyllys e Luciana Genro) e doidas pra ferrar uma grande cidade conforme seu modelo contraditório de “Socialismo e Liberdade”. Não é preciso ser um gênio pra entender quão perigoso seria Freixo ser eleito. O Rio está um lixo agora, o estado decretou estado de calamidade pública às barbas das Olimpíadas, pedidas por muito dos cariocas e empurrada goela abaixo pela atual gestão. Muita gente sofrendo nas filas de hospitais, a segurança sempre foi uma merda, o preço das passagens encareceu… Então imagine com Freixo prefeito. Vai se tornar modelo de como uma metrópole, já combalida pelo descaso nestes diversos setores públicos há décadas, que virou uma terra de ninguém. E não apenas os conservadores, é claro, mas as pessoas de bem não podem pagar esse pato.

NÃO VOTE EM MARCELO FREIXO.

Anúncios

6 comentários sobre “Marcelo Freixo Quer MATAR o Rio

  1. Anônimo disse:

    Eu posso estar errado: mas acredito que Freixo pode ganhar essa eleição. Ainda mais no Rio de Janeiro onde o pensamento de esquerda predomina.

  2. Anônimo disse:

    Bom que o Freixo não ganhou: hoje ele foi chorar as mágoas na Rádio Globo depois de uma eleição em que ele só atacava seu adversário. Não que Crivella não fizesse o mesmo, mas nos últimos momentos ele baixou a guarda.

    Agora a derrocada da esquerda Psolista foi o número de abstenções ser maior que os votos do Freixo. Estamos livres de algo nível PT por enquanto, aliás pro PSOL ser algo desse nível precisa ainda muito.

    Também acredito que a propaganda negativa que o Freixo fez de seu adversário fez com que o posso perdesse o ânimo de votar e não criou simpatia com ele, coisa que ele só tem com pessoalzinho comunista da Zona Sul, apesar dele alegar ter conseguido bons votos na Zona Norte.

    Não vou dizer que Crivella seja ideal: já que esteve do lado do PT como Ministro do governo Dilma. Será interessante ver este em um cargo assim, acredito que vai surgir muita coisa e treta disso aí.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s