Spider-man: Homecoming ou (Iron Man 4). O que esperar?

f_342058.jpg

Este novo Aranha parecia ser legal: gostei da sua participação no Captain America: Civil War, aliás, a Marvel Studios, que pegou o personagem emprestado da Sony, conseguiu dar uma inovada nele, deixando-o jovem e com o pensamento jovem, com um ator jovem, algo que inexistia nas outras duas versões, e com amigos da mesma idade. Não obstante adiantarem a associação do Peter (o inglês Tom Holland, bom ator) com o Tony Stark, referenciando a parceria no gibi Civil War, não ocorreram maiores estragos enquanto Homem-Aranha…

Ah, ocorreram sim: o uniforme que o gênio da tecnologia, playboy, milionário e filantropo pode ser vestido e despido a partir do toque do símbolo de aranha no peito, o que me faz pensar que esse DESFUNCIONALISMO IMBECIL foi pra mostrar o corpo malhado do moleque… ou terá algum papel menos punheteiro (pras meninas) na trama? Fosse só isso, “tudo bem”, mas daí vamos dar uma olhada no novo universo Aranha pra catar mais piolho? Vamo.

Como a Marvel atual está mais progressista que nunca, trocando abruptamente etnias, gênero e sexualidade de suas personagens, o elenco jovem aqui é totalmente multi-étnico.

f_342058

CABELO DO TONY REVOLORI PARECE ATÉ O DA MINHA EX…

Óbvio que não me agradou, e essa composição já começa sendo uma polêmica, reforçando o tipo de “abismo” entre nerds e “civis”. OK, tudo no mundo gira em torno da grana, especialmente o cinema blockbuster, mas a matéria-prima (os gibis) destes grandes sucessos chegou onde chegou cultuada pelos nerds, os únicos que gastavam e que ainda gastam dinheiro nos gibis. Não obstante, essa visão não é compartilhada por todos eles, sendo que eu já discuti violentamente (com direito a injúrias feitas à minha pessoa) ao defender a existência de um respeito a este pensamento purista. A surpresa, ou melhor, nem tão surpresa assim, é este purismo ser incompreensível na cabeça dos nerds “moderninhos” – não os posers, e sim aos nerds “raiz” que se adequaram e aprovaram o pensamento progressista.  Da mesma forma que é incompreensível para alguns destes um homem comum achar nada demais ou gostar do ato de chamar uma mulher na rua de “gostosa”…

O elenco é tão bizarro e tão feito interessado nos novos tempos que a ameaça física de Peter na escola mudou: Flash Thompson, que dos gibis sessentistas até a franquia Amazing Spider Man era caracterizado como um típico valentão de high school, aqui tornou-se num almofadinha que se vale pela grana, para “refletir as visões modernas do bullying”. Haha. Agora, falta saber quem deste grupo é gay ou lésbica…

115.jpg_large

ALGUÉM DUVIDA?

Como se não bastasse, há a possibilidade do onipresente Robert Downey Jr. tomar o filme pra si. Desde o primeiro Avengers, a Marvel Studios investe em crossovers, mais para inflar a bilheteria. Problema é q–

Cansei de escrever essa merda. Até o dia 6.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s