Justice League – Novo Trailer, nova bomba!

Justice-League-Trailer-Aquaman-Cyborg-Wonder-Woman

Bom, o novo trailer deixou claro o estilo que o filme seguirá, e não creio que algo significativo, tipo o CGI péssimo do Cyborg, será mudado até a versão final pousar nos cinemas. Inclusive, os fãs da DC e/ou da DC/WARNER chiaram às chiadeiras contra esse CGI, jogando aqueles argumentos brilhantes de “AH, TEMOS VÁRIOS ESPECIALISTAS EM CGI AQUI”… Galera, um cliente que reconhece que a carne servida está dura tem de necessariamente ser um cozinheiro para tal? Continuar lendo

Suicide Squad: Desespero Puro, Doutor!

suicide-squad-cast

Parece que ninguém consegue tirar o desespero dos braços da DC/Warner, e principalmente do CEO Kevin Tsujihara, que aos 45 do segundo tempo, mandou o longa ser refilmado; dizem que o longa foi refilmado por diversas vezes, tentando pegar carona no sucesso camp dos filmes da Marvel Studios…

Da série “Deixa como tá, não mete o bedelho!” Ou, da série “Quando não podia ficar pior…” Continuar lendo

Liga da Justiça (do Fracasso) – Trailer Comentado

hqdefault

Semana passada a Warner surpreendeu lançando, passados quatro meses da estréia de Batman v Super-Homem no Brasil, um dos primeiros trailers de Justice League: a meu ver, “um dos” para deixar clara a tensão que permeia a mesa dos diretores da produtora, infelizmente, após desempenhos justificadamente mornos de Man of Steel e BvS. A solução certa, e nem por isso menos humilhante, seria vender os direitos cinematográficos para a Marvel Studios, mas tudo bem… Continuar lendo

“Pânico”, Comic Con e o Mimimi

ss-2015-12-07-at-04.56.34

No começo da semana houve uma celeuma envolvendo os repórteres do programa Pânico na Band e o Comic Con Experience, um evento de cultura nerd organizado pelo site Omelete e realizado aqui em São Paulo. A tal “comunidade nerd” ficou alvoroçada, totalmente revoltada, de dentes rangendo, por causa duma lambidinha no braço dada por um dos repórteres a uma participante do evento, uma cosplayer. Continuar lendo

[The New 52] Stormwatch cagado e cancelado

Jim Starlin: O culpado de bunda diarréica

Stormwatch é um grupo de super-heróis originalmente publicado pela editora Wildstorm, a independente que vivia num namoro com a DC Comics desde muito tempo, mais conhecida por títulos como WildC.A.TS, The Autority e Gen¹ ³. Em 2011, na criação do New 52, a DC lançou o grupo como parte do universo da editora e tal… aqui no Brasil saiu no título “Edge”, com os demais heróis Wildstormianos, os únicos a sair nos Novos 52 como Grifter e Voodoo, cujo cancelamento foi o primeiro do trio. Eu não comprei porque o título Stormwatch por si só, inicialmente escrito por Paul Cornell e desenhado pelo ótimo Miguel Sepulveda (que depois substituiu o péssimo Ed Benes em Red Lanterns), por mais bacana que fosse, não valia o preço. Aí, só scans, que sim, têm sua boa função de verificar o material antes de tirarmos o escorpião do bolso. Já tinha cometido o erro de tentar colecionar “Dark”, com quadrinhos do segmento paranormal do New 52. Senti que joguei o dinheiro suado fora. 

[The New 52] Lanterna Verde gay

Mais uma “estratégia de sucesso” de uma das duas maiores editoras de quadrinhos dos Estados Unidos. Eu só lia rumores, então esperava a confirmação para fazer este post.

Após o casamento personagem Estrela Polar (da Marvel Comics), notoriamente gay (preciso dizer que ele se casou com um homem?) a DC Comics resolveu “inovar” neste The New 52, pondo como gay um dos personagens principais do título Earth 2, o universo paralelo da Terra comum, onde situam-se a maior parte dos personagens da editora. Cometeram a sandice de escolher Alan Scott, o primeiro Lanterna Verde, como o o tal personagem gay.