Legado Olímpico Rio 2016: Lixo

000_dx0bl-1632771.jpg

Pois bem, felizmente as Olimpíadas terminaram e estamos de volta com os pés na realidade. A delegação brasileira, como se esperava, teve um desempenho pífio, a enormidade dos gastos baterão na nossa cara, houve a raivinha de uns e alegria de outros por alguns de nossos atletas baterem continência à execução do Hino Nacional, houve quem intitulasse esta edição dos Jogos como “a mais gay” de todos os tempos… Continuar lendo

Olimpíadas: Desculpas aos Atletas

hell-de-janeiro

Toda vez que o brasileiro, ou melhor, o carioca “moderno” me lembra ser narcisista e por conseqüência, masoquista por natureza, um pedaço do meu espírito dói; posso estar longe daquela cidade mas as notícias fazem atualizar a dor por si só, ano a ano, agora renovada com a esperada sucessão de problemas com as Olimpíadas.

A merda começou lá atrás, quando milhares de pessoas festejaram com a escolha, tirando Madrid – uma metrópole mais bem estruturada – do páreo. Naquele outubro de 2009 Continuar lendo

Chororô MESSIânico

lionel-messi-crying-640x356

É claro que os ricos também choram. Para Lionel Messi, há motivos o suficiente para chorar. Nunca foi um jogador tão notável na seleção argentina quanto é no Barcelona, fez uma fraca campanha na Copa 2014, não obstante ter ido à Final e ter recebido como a taça de Melhor Jogador como “prêmio de consolação” (só pode ter sido isto, pois o melhor jogador daquela copa foi Arjen Robben, dos Países Baixos), Continuar lendo

Cassius Clay Morreu Há Muito Tempo

3333

Repetindo o que disse rapidamente numa comunidade: “Cassius Clay é ícone não só do boxe, mas do esporte mundial, ainda tirava onda e botava banca de fodão, quando era mesmo. Tremendo personagem do mundo moderno. “Inicialmente, era tudo o que tinha a dizer sobre esta lenda de um esporte onde hoje em dia está cada vez mais sendo substituído pelo MMA, a “evolução” da luta corpo-a-corpo em que se perdeu resquícios de “magia” e “finesse” Continuar lendo