Umehara Daigo e a nova idolatria

preview.php.jpeg

Faz muito tempo que não mexo em videogame. A última vez em que realmente parei pra jogar foi em 2005, 2006, quando usei o XBox (de uma loja de São Gonçalo, no Grande Rio) pra jogar Bloody Roar Extreme; já acompanhava a série, achava o conceito lutadores-humanos/animais bacana e gostava de certos personagens (como a Continuar lendo

Engulam a Laura!

laura_sfv2

O ano mal começou, as feministas espanaram o pó da vagabundagem e começaram a procurar algo pra reclamar: desta vez o alvo é a personagem Laura, do jogo de luta Street Fighter V, e reclamaram tanto que o produtor do jogo, Ono Yoshinori, teve de explicar dizendo que Laura é “uma versão exagerada das mulheres brasileiras, e um gosto pessoal de design“, design este idealizado pela óbvia representação sexual que o povo brasileiro joga pro exterior; Continuar lendo